Evitando a calvície
11 de maio de 2016
Saúde com personalidade
11 de maio de 2016

Ora sou…

Ora sou nada

Ora sou tudo.

Às vezes a voz de prisão

E às vezes o grito de liberdade.

Às vezes sou lágrima,

Às vezes sou sorriso.

Em momentos a escuridão,

E outros, a luz.

Ora sou guerra,

Ora sou paz.

Às vezes sou sede,

E às vezes saciedade.

Em momentos a dor

Em outros a cura.

Sou exatamente assim,

Imperfeita

Igual a todos os mortais

 

Irivanize A. Araújo é escritora. Amiga e colaboradora do Cada Dia. Extraído com autorização do livro Simplesmente Eu.