Atitudes Positivas 2
21 de julho de 2020
Entrevista para Primeira Igreja Batista de Montes Claros
22 de julho de 2020

Passos para um casamento duradouro.

Devido a quantidade excessiva de material guardado e catalogado ao longo de anos, pois ja haviam ocupando totalmente dois cômodos de minha casa, a contragosto, fui obrigado a me desfazer deste rico material. Alguns eu doei, outros digitalizei e muito infelizmente dado para coletadores de papel.

Isto me obrigou a reavaliar cada material do o acervo: livros, revistas, apostilas, anotações e material das faculdades em que estudei.

Entre tantas coisas encontrei uma revista Época de 2010, la se vão dez anos, em que a matéria da capa se chamava: Como salvar seu casamento, embora se trate de dicas da década passada creio que ainda é pertinente para nossos dias. Nela a reportagem listou alguns tópicos que transcrevo abaixo.

Lógico que esta lista não é completa, muito deixou de ser mencionado, mas ela da a orientação necessária para os primeiros passos na direção da construção de um casamento sólido.

1. Modelo de casamento. Fomos educados a acreditar que o casamento é romântico. Pois ele não é. Talvez, se tivéssemos mais informação sobre como o casamento se dá, teríamos menos decepções com ele. O casamento é uma relação de conexão com o parceiro, é educar filhos juntos, é cuidar um do outro, é ser fiel ao outro [mas também é alimentar o romantismo, sim].

2. Passar tempo juntos. Uma das principais causas das separações é o casal não passar muito tempo junto. Priorize seu casamento. Tire férias ao menos uma vez por ano sem as crianças [hmm, difícil…] e desligue-se do trabalho.

3. Fazer sexo. Sexo é uma das mais importantes conexões do casamento. Faça o que for necessário para manter a chama acesa. Estimule sexualmente o companheiro, mesmo que a princípio ele, ou ela, não esteja a fim.

4. Flerte. Lembra-se de como você e seu companheiro flertavam no início do relacionamento? Faça isso continuamente, e sua relação será mais excitante. Casamento não é apenas sexo. O carinho também é muito importante. Andem de mãos dadas; sentem-se juntos no sofá; se aninhem.

5. Converse. Procure sempre bater papo. Fale sobre seus sentimentos e os assuntos importantes do dia. Se estiver magoado com seu parceiro, não se feche. É importante manter os canais de comunicação abertos.

6. Isolamento ocasional. O fato de estar casado com alguém não significa estar grudado naquela pessoa. É importante que cada um tenha seu espaço, seu tempo. […] E às vezes até manter um lugar na casa onde possa ficar só. A solidão nos faz querer ir ao encontro do outro.

Péricles Ramos – É palestrante na área de família. Formado em Filosofia pela UERJ, possui pós graduação em Terapia de Família onde atua há mais de vinte anos.