Caminhando Juntos
1 de abril de 2017
A Santidade do Casamento
19 de abril de 2017

A paixão de Cristo

A semana santa é uma comemoração especial, porque conta o drama final da vida de Jesus, que acontece em pouco mais de uma semana. Na sexta-feira anterior à da Paixão, ele está em Betânia, pertinho de Jerusalém, porque já estava sendo calado pelos agentes do templo. No início da Semana Santa, realiza a purificação do Templo, expulsando os vendilhões. Quinta-feira é o dia da Páscoa judaica, e ele vai a Jerusalém para a última ceia com os discípulos. Dali sai para o Monte das Oliveiras. É preso na passagem de quita para sexta, e conduzido à casa dos sumos-sacerdotes, segue para o palácio de Herodes, e depois é levado ao procurador romano Poncio Pilatos, que parece inclinado a libertá-lo, mas finalmente concorda em mandar crucificá-lo.

1 – A Semana anterior a Paixão. Jantar em Betânia: seis dias antes da Páscoa judaica, Jesus vai a Betânia e visita o amigo Lázaro e suas irmãs Marta e Maria. Maria lava os pés de Jesus com um bálsamo precioso. É censurada pelos discípulos.

2 – Domingo de Ramos Jesus e seus discípulos chegam a Betfagé, de lá seguem para Jerusalém. Jesus entra na cidade montado num jumento. O povo estende mantos, espalha ramos pelo caminho e começa a gritar Hosannah!, chamando Jesus de Messias. Assim se cumpre uma antiga profecia. Jesus vai ao Templo e mais tarde volta a Betânia com os discípulos. Neste domingo anterior ao da Ressurreição começam as cerimônias da Semana Santa.

3 – Segunda-feira Purificação do Templo: voltando a Jerusalém, Jesus vai ao Templo e encontra trocadores de moedas e vendedores de pombas no recinto do Templo. Apanhando uma correia, começa a expulsá-las. Os príncipes dos sacerdotes e os escribas pensam em matá-lo, mas recuam diante da admiração do povo. Jesus sai da cidade.

4 – Quinta-feira, final da tarde Última ceia e lava pés: sabendo que poderia ser morto, Jesus volta ,a Jerusalém e se reúne com os discípulos no Cenáculo. E a Ultima Ceia, pintada por Da Vinci. Jesus apanha uma toalha, uma bacia com água, e começa a lavar os pés dos discípulos. Anuncia a traição de Judas e, terminada a ceia, segue para o Monte das Oliveiras.

5 – Quinta à noite Prisão: depois de momentos de intensa agonia, Jesus está junto dos discípulos quando chega Judas Iscariotes com um bando armado enviado pelos sumos-sacerdotes, escribas e anciãos. Judas dá um beijo em Jesus, e assim o entrega.

SEXTA-FEIRA DA PAIXAO

6 – Julgamento e tortura Jesus é levado à casa do sumo sacerdote, onde se reuniram sacerdotes, escribas e anciãos. O Conselho (Sinédrio) buscava um testemunho contra Jesus para condená-lo à morte. O sumo-sacerdote começa a interrogá-lo, até que considera que uma de suas respostas é blasfêmia. Rasga a própria roupa, em sinal de ultraje, enquanto alguns começam a esbofetear Jesus.

7 – Encontro com Pilatos Jesus é levado para a fortaleza Antonina e fica diante do procurador romano, Pôncio Pilatos, que lhe pergunta se ele é o rei dos judeus. Jesus responde que sim, mas não responde às acusações dos sacerdotes. Na festa da Páscoa, o governador sempre libertava um preso. Pilatos põe um prisioneiro chamado Barrabás e Jesus lado a lado, diante da multidão, e pergunta: Quem quereis que eu solte, Jesus ou Barrabás? O povo, insuflado pelos sacerdotes, escolhe Barrabás, e ainda pede que Jesus seja crucificado. Pilatos manda açoitá-lo, depois lava as mãos e o entrega aos soldados.

8 – Flagelação

 Os soldados levam Jesus ao Pretório, arrancam as suas vestes e lhe colocam um manto escarlate, como zombaria.

Tecem uma coroa de espinhos e a colocam em sua cabeça. Batem-lhe com varas, cospem e zombam, dizendo Salve, rei dos judeus.

Depois o levam para ser crucificado.

 

 

 

9 – Crucifixão
Jesus é obrigado a levar a cruz até o Calvário,
local do suplício, onde dois malfeitores vão receber o mesmo castigo.É pregado na cruz, onde agoniza até às 3 horas da tarde.

 

 

10 – Sepultamento Um homem de Arimatéia chamado José pede a Pilatos o corpo de Jesus, com o que o procurador concorda. José o coloca numa sepultura próxima do Calvário, acompanhado de Maria Madalena, Joana e Maria. mãe de Jesus.

 

 

 

11 – Ressurreição As santas mulheres descansam no sábado mas no domingo, bem cedo, voltam ao túmulo, encontrando removida a pedra de entrada.sta vazio.

Um anjo aparece e lhes diz…
Ressuscitou, não está aqui.