Depressão infantil
2 de dezembro de 2015
É tempo de férias, é tempo de família
2 de dezembro de 2015

O sol e a pele do seu bebê

Proteger seu bebê do sol é o melhor investimento você pode fazer para o futuro dele.

Assim como você veste seu bebê convenientemente e limita o tempo no exterior quando está frio, você deveria fazer o mesmo e protegê-lo contra o sol.

Faça disto um hábito: examine regularmente sua pele e a de seu filho

A pele de seu bebê é mais vulnerável. A irritação se desenvolve nele mais facilmente, apesar de sua pele se curar mais rápido do que a pele mais velha.

Um bronzeado intenso pode causar desidratação, febre, desmaio, delírio, choque, pressão sangüínea perigosamente baixa e batida irregular do coração.

Em caso de bronzeamento intenso:

  • Para um bebê de menos de 1 ano, o bronzeado deveria ser tratado como uma emergência. Chame o médico imediatamente.
  • Para uma criança de mais de 1 ano, chame o médico se houver dor intensa, bolhas, letargia (moleza), ou febre acima de 38.3oC.
  • Tome os seguintes cuidados para aliviar o desconforto:
  • Dê água ou suco para repor líquidos, especialmente se sua criança está não urinando regularmente.
  • Dê acetominophen se a temperatura estiver acima de 101oF.
  • Aplique água em temperatura ambiente para refrescar a pele.
  • Loção hidratante ajuda a pele, mas aplique-a sem esfregar. Se o toque da pele for doloroso, evite aplicar a loção.
  • Loção de calamina pura pode ajudar, mas nunca use nada com anti-histamínico associado.
  • Não aplique álcool, que pode piorar a pele.
  • Não use qualquer creme com medicação, ex. hidrocortisona, benzocaína, a menos que o médico de seu bebê o prescreva.
  • Mantenha sua criança inteiramente fora do sol até que o bronzeado passe.
  • A maioria dos adultos não ensina às crianças como praticar uma boa proteção ao sol porque elas mesmas não estão realmente convencidas de que a exposição exagerada ao sol pode ser maléfica.

Seu médico pode ajudá-lo na prevenção, mostrando-lhe como examinar sua pele para a verificação de sinais de câncer de pele ou outros problemas. O apropriado cuidado com a pele também deveria incluir a avaliação periódica feita por um dermatologista, especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia. Dermatologistas são médicos especializados em pele. Eles recebem treinamento específico para lhe ajudar a proteger a pele sã e a tratar seus problemas e doenças de pele.

Fonte: http://www.dermato.med.br/dermatologia/sol/sol.htm