Acima
29 de junho de 2016
Não é o que acontece, é como você vê…
29 de junho de 2016

Interferências no desejo sexual feminino

Às vezes, a falta de desejo pode sinalizar problemas emocionais, alterações hormonais ou até doenças mais graves. Mas, em certos casos, a perda do apetite sexual pode ter causas simples e de solução fácil. Foi o que explicou o ginecologista Eliano Pellini, chefe do setor de Medicina Sexual da Faculdade de Medicina do ABC, no Congresso Brasileiro de Urologia, que acontece até quinta-feira em Salvador.

– A mulher que procura o ginecologista por causa da libido geralmente acredita que está com alguma disfunção orgânica e coloca a culpa em vários fatores externos, como o envelhecimento, as alterações hormonais e até no parceiro. Só que elas têm que ficar de olho aberto para produtos, remédios e até cosméticos que atuam diretamente no seu desejo sexual – explica Pellini.

O médico enumerou uma série de vilões do sexo. Confira a lista:

Cigarro – Segundo o médico, a mulher não deve fumar perto do parceiro antes da relação, já que as substâncias nocivas da fumaça provocam a contração dos vasos sanguíneos e dificultam a ereção. Além disso, o cigarro muda o odor natural exalado pela vagina, essencial para estimular o desejo masculino.

Metronidazol – O ativo dos remédios indicados para doenças como a candidíase também altera o odor da vagina e deixa a mulher menos disposta para o sexo.

Antialdosterona -Presente na maioria dos anticoncepcionais modernos, alivia a retenção hídrica e tem menos efeitos colaterais que as antigas pílulas, mas geralmente diminui a libido.

Não é à toa que muitas mulheres reclamam da falta de desejo depois que começam a tomar a pílula. A solução é conversar com o ginecologista, diz Pellini.

Antidepressivos – Para o ginecologista, as mulheres fazem sexo apenas quando estão bem e o homem, para se sentir bem.

Só que os antidepressivos mexem com vários hormônios, entre eles a serotonina, e quando os níveis de serotonina estão altos ou baixos demais, a mulher perde a vontade de ter uma relação sexual. Quando estão baixos, ela não quer sexo porque está se sentindo mal. Quando a serotonina está elevada, ela está se sentindo tão bem que nem sente falta de sexo, explica.

Antiácidos – Alteram a quantidade de óxido nítrico no corpo, uma das substâncias que dá o cheiro característico da vagina da mulher, e dificultam a excitação.

Antiadrogênicos – Remédios para acne como a isotretinoína alteram hormônios sexuais, em especial a testosterona, e mexem diretamente no desejo feminino.

Fertilizantes – Frutas, legumes e grãos com fertilizantes podem inibir os hormônios sexuais e diminuir a libido. O ideal é evitar produtos com agrotóxicos e priorizar os orgânicos.

Sabão em pó (para lavar a calcinha) e sabonetes em barra – Alteram o cheiro e a acidez da vagina. O ideal é usar sabonetes neutros para lavar a região genital.

Cosméticos com propileno glicol – Presente em inúmeros cosméticos para fixar a essência dos produtos, pode alterar o odor natural do corpo e inibir o desejo do homem e da mulher.
.

Fonte: Jornal Extra 1 de novembro de 2007 – Conclusões da Sociedade Brasileira de Urologia.
.

Leitura recomendada:
A dama, seu amado e seu senhor: As três dimensões do amor feminino https://amzn.to/37nFYJl
Entre lençóis: Uma visão bem-humorada da intimidade sexual no casamento https://amzn.to/2OOfdr5
Direto ao ponto https://amzn.to/2LXS30i
O Significado do Casamento https://amzn.to/37EwPMP
A Celebração do Sexo https://amzn.to/3s1I61b

Este é o melhor leitor de ebook e com vários recursos para facilitar sua leitura:
Kindle 10 geração https://amzn.to/3u6cF7U
Kindle Paperwhite https://amzn.to/3dnp01w
Kindle Oasis https://amzn.to/3rWwrk8